Bernardo Santana - Deputado Federal

Notícias

Home » Notícias » Deputado Bernardo Santana repudia declaração de jornalista. Confira vídeo!

9/5/2013 às 00:00:00

Deputado Bernardo Santana repudia declaração de jornalista. Confira vídeo!

Confira!

Por uma questão de honra e dignidade, o deputado Bernardo Santana ocupou a tribuna da Câmara na tarde desta quarta-feira para rechaçar nota publicada pelo jornalista Baptista Chagas, em sua coluna "Em Dia com a Política", no jornal Estado de Minas de 8 de maio.

Segundo o colunista, "por decisão do ministro Luis Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi reaberto o processo contra o deputado Bernardo Santana, acusado de crimes ambientais, formação de quadrilha, uso de documento falso e receptação, que havia sido trancado por liminar do Tribunal de Justiça do Estado".

Bernardo Santana afirmou que nunca escondeu a existência de um processo, do tempo em que advogava.

O processo em tramitação no STF não se apresenta no contexto midiático declarado pelo colunista. "Nele há inclusive uma gravação feita por mim de um pedido de extorsão para assinatura de TAC, devidamente gravada e periciada", explicou.

O parlamentar ressaltou que, ao contrário do que foi levianamente declarado pelo colunista, o processo não está trancado, e sim concluso para julgamento.

"Inclusive venho pedindo urgência no julgamento, pois toda vez que eu defendo no Congresso alguma posição dura, de causas complicadas, ele é divulgado. Eu defendo o Código Florestal, ele aparece no jornal. Desde 2009 eu opino sobre um assunto, ele aparece na mídia. Agora, eu defendo a PEC 37/11, ai está ele novamente", pontuou.

Sobre a parte da nota que diz "(…) Bernardo volta para a Assembleia, sonhando trazer de volta também o processo que está no STF", o parlamentar afirmou ser uma mentira irresponsável e leviana de quem não se preocupa em ouvir os outros, reiterando que sai candidato novamente a deputado federal nas próximas eleições.

O parlamentar ainda se mostrou indignado com a insinuação sobre a conduta do TJMG, colocando-o como um Tribunal de Justiça menor, que livra qualquer pessoa. Além de repudiar a citação do jornalista Baptista, ele também usou a tribuna para defender a justiça mineira.

Confira vídeo do discurso: