Bernardo Santana - Deputado Federal

Notícias

Home » Notícias » Líder do governo destaca atuação de Bernardo Santana em favor do setor produtivo

5/4/2013 às 00:00:00

Líder do governo destaca atuação de Bernardo Santana em favor do setor produtivo

Confira!

Em sessão plenária que concluiu a votação da proposta que cria a Política Nacional de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, o líder do governo Dilma na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia, destacou a atuação do deputado Bernardo Santana em defesa do setor produtivo brasileiro. "Apesar de estar no primeiro mandato e no sentido elogioso do termo, o deputado Bernardo Santana tem se destacado na defesa do setor e na elaboração de propostas. Ele, portanto, tem autoridade (para falar do assunto) que muitos aqui não têm", afirmou Arlindo Chinaglia. Confira vídeo!

O líder do governo referia-se a posição de Bernardo Santana em favor do destaque apresentado em sessão anterior, que acabou sendo retirado do projeto devido a acordo feito na reunião de líderes.

O deputado Bernardo Santana, que participou da reunião na condição de 1º vice-líder do PR, confirmou que de fato houve um acordo para que não houvesse pedido de verificação nominal. O parlamentar ressaltou, entretanto, que a sua posição em defesa do destaque, que beneficiaria o produtor rural com a concessão de bônus a título de pagamento por serviços ambientais, não muda. "Minha posição e meu ideal não mudaram. Mas penso que no Parlamento os acordos democráticos devem prevalecer", destacou.

A Política de Integração

A proposta amplia o projeto aprovado originalmente pela Câmara em 2008, que apenas estendia benefícios da Lei de Política Agrícola (8.171/91) aos que adotassem sistemas integrados para a recuperação de áreas degradadas ou em degradação.

Pela matéria aprovada, as integrações conjuntas ou alternadas, entre lavoura e pecuária (agropastoril); entre lavoura, floresta e pecuária (agrossilvipastoril); entre pecuária e floresta (silvipastoril); e entre lavoura e floresta (agroflorestal); poderão ser usadas também para aumentar a produtividade, tornando-a sustentável.

Para o deputado Bernardo Santana, que trabalhou em favor da matéria, a proposta coroa a evolução do setor produtivo, que enfrenta cada vez mais desafios tecnológicos para alcançar uma produção sustentável.

"Não há nenhum mecanismo mais moderno do que o sistema de integração lavoura, pecuária e silvicultura. É um projeto extremamente virtuoso e necessário, que poderá completar o que está faltando no Programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono), onde muitas vezes sobra recursos pela falta de difusão desta tecnologia, que certamente irá recuperar cada vez mais áreas degradadas e subutilizadas, aumentará a produção brasileira e servirá de exemplo de sustentabilidade para o mundo", discursou o parlamentar em Plenário.

A matéria será enviada à sanção presidencial.

Confira vídeos: